buiskispuleranorafimefiteeri.xyz

buiskispuleranorafimefiteeri.xyz

speaking, opinion, obvious. recommend you look..

Posts filed under Classic Rock

Poema De António Boto - Carlos Bastos (2) - Fado Filosófico (Vinyl)


Download Poema De António Boto - Carlos Bastos (2) - Fado Filosófico (Vinyl)



Sitemap

Omega (Is The Alpha) - Albert Ayler - Stockholm, Berlin 1966 (CD, Album), Sorted For Es & Wizz - Pulp - Different Class (CD, Album), Za Jubav San Dala Sve - Tereza Kesovija - Kad Jednog Dana Prisjetim Se Svega (CD, Album), The Crusher - Various - Real Weird Man, Like Wow! (CD), Γαρύφαλλο Στ Αυτί - Λίγα Ψύχουλα - Ξεκινά Μιά Ψαροπούλα - Τρίο Αμίκος* - Επιλογή Λαϊκών (Vinyl), Higher Purpose (Original Mix) - L.G.M. (2) & Costa Pantazis - Higher Purpose (File), If It Makes You Happy (Edit) - Sheryl Crow - If It Makes You Happy (CD), Suffocation - Pinnacle Of Bedlam (CD, Album), Southern Roses - Marek Weber Und Sein Orchester - In Old Vienna (Vinyl, LP, Album), Ozels Dance Routine - Various - Turkish Freakout 2 (Psych-Folk 1970-1978) (Vinyl, LP), Slowwall - Cadeu - de (File, Album), Greet The Sun (Max Duley ARCMix) - Hardcell - Morning Hours (Vinyl), How Much - Mariah Carey - Rainbow (CD, Album)

Posted in Classic Rock on
9 Comments »

9 Responses to Poema De António Boto - Carlos Bastos (2) - Fado Filosófico (Vinyl)

  1. António Botto nasceu em no concelho de Abrantes, em meio proletário, e ainda em criança foi viver para Lisboa. A sua estreia literária dá-se em , ano em que é publicada a primeira edição de Canções, com prefácio de Teixeira de Pascoaes, obra inovadora na lírica portuguesa e que na época causou grande polémica pelo seu teor explicitamente homossexual.
    Permalink
  2. António Botto - Poema do Mar Eu ontem passei o dia Ouvindo o que o mar dizia. Chorámos, rimos, cantámos. Falou-me do seu destino, Do seu fado Depois, para se alegrar, Ergueu-se, e bailando, e rindo, Pôs-se a cantar Um canto molhado e lindo. O seu hálito perfuma – (2) D. Carlos de Bragança (1) Daniel Blaufuks (1) Daniel Soares.
    Permalink
  3. António Botto. Nome: António Tomás Botto. Nascimento: , Casal de Concavada, Abrantes. Morte: , Rio de Janeiro. Poeta, ficcionista e autor dramático português nascido a 17 de Agosto de , em Casal da Concavada (Abrantes), e falecido a 17 de Março de , no Rio de Janeiro.
    Permalink
  4. António Tomás Botto () nasceu em Concavada, no concelho de Abrantes, Portugal, no dia 17 de agosto de Filho de Francisco Tomás Botto e de Maria Pires Agudo, em mudou-se com a família para o bairro de Alfama, em Lisboa. A vida simples no bairro de Alfama é muitas vezes tema de .
    Permalink
  5. Esa dulce ilusión de paz y de combate Porque la lejanía No es ya, se disuelve en la espera Graciosa, incomprensible, de ayudarme A vivir y esperar. Ningún otro país y para siempre. Mi pie izquierdo en la barra de bronce Fundido con ella. El mozo que comprende, ayuda a esperar, cree lo que ignora. Se aceptan todas las apuestas.
    Permalink
  6. Este himno al placer y a la belleza física, como también lo llamara en su ensayo "António Botto e o ideal estético em Portugal", se considera la obra más importante de una de las voces más originales e injustamente poco recordadas de la literatura de expresión portuguesa y universal, el poeta, dramaturgo y cuentista António Botto (
    Permalink
  7. May 21,  · Montaje y declamación: Pilar González Navarro.. POEMA ACABADO.. Ahora lloro bajo los ecos de la ausencia, el preludio de los sueños y el verso de .
    Permalink
  8. António Tomás Botto foi um poeta português. A sua obra mais conhecida, e também a mais polémica, é o livro de poesia Canções que, pelo seu carácter abertamente homossexual, causou grande agitação nos meios religiosamente conservadores da época.
    Permalink
  9. Também gosto muito deste poema, triste mas lindíssimo: Não Me Peças Mais Canções Se passares pelo adro No dia do meu enterro, Dize à terra que não coma Os anéis do meu cabelo. Já não digo que viesses Cobrir de rosas meu rosto, Ou que num choro dissesses A qualquer do teu desgosto; Nem te lembro que beijasses Meu corpo delgado e belo Author: Joana Correia.
    Permalink

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>